Tag Archives: west coast

UTILIZE TRAVAS À PROVA DE IDIOTAS PARA EVOLUIR SUA DANÇA

Mas o que é uma trava a prova de idiotas?

Você já tentou ligar o micro-ondas com a porta aberta? Ou tentou tirar a chave do carro da ignição com o carro em movimento?

Esses são dois exemplos de restrição de comportamento (behavior-shaping constraints do termo técnico), popularmente conhecido como “travas à prova de idiotas”.

Como o nome sugere, essas travas te impedem de agir de forma idiota e garantem o resultado esperado.

Travas à prova de idiotas

Leia Mais

COMO COMEÇAR A TER AULAS DE DANÇA DE SALÃO?

Sem dúvidas, o melhor jeito de começar a ter aulas de dança é aprender em uma academia de dança.

Por mais fácil que pareça, a dança pode, infelizmente, ser categorizada como uma atividade apenas para quem já nasceu com essa “habilidade”, o que não poderia estar mais errado.

O caminho para aprender a dançar começa em achar uma academia de dança, marcar uma aula e dar os seus primeiros passos numa pista de dança e em um mundo muito mais acessível do que você pensava.

Aula de dança-banner

Leia Mais

A DANÇA A DOIS NÃO É SUA.

Esta é uma dança compartilhada. Não é SUA dança. Assim como uma conversa não é a sua palestra. Em qualquer dança a dois, existem dois conjuntos de habilidades físicas para aprender e dominar: habilidades de movimento pessoal e habilidades de movimento de parceria. Deixe a sua prática pessoal de habilidade de movimento para sessões em casa. Não ignore seu par para pensar somente em sua postura e desenrolar do pé.

Em uma dança social, concentre-se em praticar suas habilidades de movimento de parceria. Aqueles 3 minutos não são seus sozinhos. Você é metade de uma equipe, e seu parceiro merece toda a sua atenção, além de estar envolvido e contribuir para sua dança compartilhada.

Em uma competição, seu egoísmo pode estar te puxando pra trás quando se trata de juízes que avaliam o seu trabalho em equipe. Condutores, em vez de se concentrar em onde o seu corpo precisa estar para um determinado movimento, comece a perceber e assumir a responsabilidade para onde você quer que o corpo do seu par esteja. Ela não se importa tanto como você aparenta. Tudo que importa é como você a move.

dança a dois banner

Leia Mais

Repetição ajuda o cérebro a se divertir ao tocar e dançar

Foram dez anos de treino formal no conservatório ao longo da minha infância e adolescência, e a cada ano eu passava nove meses tocando as mesmas duas ou três músicas ao piano.

Eu achava aquilo um saco. As professoras insistiam na repetição, e eu não entendia a razão, para mim era apenas mesmice.

Claro, quando chegava a audição no final do ano, a música saía muito melhor do que no começo. Mas devia haver um jeito melhor de ensinar e aprender.

Vinte e tantos anos de neurociência e um professor novo de violão depois, eu ouvi a frase que faltava.

Não bastava a repetição, mas ela é necessária e desejável, desde que seu propósito fique claro para o aluno como um meio de atingir um fim: transcender a repetição.

Nas palavras de Guilherme Lessa, “primeiro a gente tira as notas da música, para depois poder tirar música das notas”.

Repetição-banner

Leia Mais

As 5 vantagens de aprender a dançar sozinho.

Há momentos em que a paciência é uma virtude, e momentos em que você tem que continuar caminhando. Se você tem esperado alguém para aprender com você, ou você está apenas procurando o seu ponto de entrada para este hobby divertido e saudável – é hora de tornar as coisas muito claras.

Aprender a dançar sozinho tem algumas grandes vantagens. Aqui estão 5.

dançando sozinho

Leia Mais

Você não devia se preocupar tanto com dançar “bem o bastante”

Eu já encontrei poucos dançarinos que achavam que dançavam “bem o bastante”

Pessoas que se sentem assim são pessoas que:

  1. Pensam que já sabem tudo;
  2. Não tem essa paixão por dança e veem mais como um passatempo casual.

Se você é o dançarino casual do passatempo: todo poder pra você. Continue dançando. Continue apreciando a dança pelo seu papel em sua vida; Você não precisa ir mais longe do que a sua apreciação desta forma de arte já leva você. Se você é seguro, respeitoso e prazeroso de dançar com, você já está dançando bem o bastante.

Leia Mais

O mito de “aprender no baile”: Por que fazer aulas é tão importante

Eu conheci diversas pessoas que acreditam que é possível aprender a dançar somente indo aos bailes. Eu costumava ser uma dessas pessoas. Está certo que eu nunca fui aquela pessoa que diz “eu vi no YouTube e aprendi”, mas eu costumava dizer “eu não preciso aprender a dançar, no baile os caras me conduzem”

Pra ser sincera, por muito tempo eu acreditei que isso funcionava, mas descobri mais tarde que a única pessoa a quem eu estava enganando era eu mesma. Quem realmente sabia dançar via que me faltavam muitos conceitos básicos.

Spoiler: se você realmente quer aprender a dançar algo, você precisa fazer aulas e treinar. É assim que funciona.

baile conexão

Leia Mais

Quanto tempo até eu ser um bom dançarino de West Coast Swing?

Esta é a pergunta mais comum que recebemos de estudantes.

Você já esteve em uma aula, olhou em volta para todos que parecem ser basicamente profissionais e o que estão fazendo, e ainda assim tem dificuldade pra mover um pé na frente de outro?

É a sensação de sermos a única pessoa com dificuldades, o que pode levar você a se sentir um pouco excluído.

A verdade é que você definitivamente não está sozinho! Inclusive as pessoas que você está admirando estão com dificuldade com aspectos da dança tanto quanto você.

Então vamos ser realistas sobre cada passo da sua jornada de West Coast Swing.

Note que cada progresso é único mas aqui temos um mapa geral que é visto em estudantes pelo mundo.

aprendendo west coast

Leia Mais